Este blogue pretende ser uma montra de poemas e poetas de língua portuguesa.
NESTE MOMENTO O TOCA A ESCREVER É PATROCINADO POR ALGUMAS EDITORAS E AUTORES QUE OFERECEM LIVROS DE POESIA.

sexta-feira, 17 de junho de 2011

Recusa - JOÃO RUI DE SOUSA

De entontecer o toutiço
com o fervilhar deste agudo
destino em forma de ouriço
a querer varar-se no tudo
vou madrugando o caniço
vou afilando o canudo
de fustigar o enguiço
de resistir ao mergulho
- vou recusando este lixo
estes restos de monturo
(postos aqui em castigo
obrigatório e em tão duro
cheiro: o deste castiço
pestilento e assomadiço
dejectar atrás dum muro).

EM - LAVRA E POUSIO - JOÃO RUI DE SOUSA - DOM QUIXOTE

Sem comentários:

Enviar um comentário