Este blogue pretende ser uma montra de poemas e poetas de língua portuguesa.
NESTE MOMENTO O TOCA A ESCREVER É PATROCINADO POR ALGUMAS EDITORAS E AUTORES QUE OFERECEM LIVROS DE POESIA.

sábado, 30 de junho de 2018

Qualquer um pode ser poeta - MANUELA BAPTISTA

LIVRO GENTILMENTE CEDIDO PELA AUTORA
Saibam da autora neste link

Qualquer um pode ser poeta
Basta sentir
Sentir o aroma das flores
A carícia do vento
Gostar da terra
Soltar o pensamento
E sonhar acordado.
Tentar construir
Um mundo melhor
Olhar o semelhante
Com muito amor
Dizer não às armas
Não se armar em vedeta
E qualquer um de nós
Pode ser um poeta.

EM - QUERES SABER? - MANUELA BAPTISTA - EUEDITO

Lavras - NIC CARDEAL

LIVRO GENTILMENTE OFERECIDO POR IN-FINITA
Saibam mais do projecto conexões neste link
Conheçam a IN-FINITA neste link


As palavras lavram a folha no arado da linha.
Às vezes despencam parágrafos abaixo e,
machucadas,
erguem-se ainda tontas,
dançando versos soltos
num sopro de vento.
As palavras nem dormem
- conversam entre si
no travesseiro do pensamento.
As palavras – essas bailarinas da alma!


EM - CONEXÕES ATLÂNTICAS - ANTOLOGIA - IN-FINITA

Tanto tempo - JORGE LÚPUS

LIVRO GENTILMENTE OFERECIDO PELA EDITORA
Saibam do autor neste link
Saibam do livro neste link
Saibam da editora neste link

Tanto tempo
Posso dizer
Tanto tempo?
E se junto aos muros
Pelas bermas
Acrescentar a palavra enlouquecer
Posso escrevê-la?

EM - AGUDOS AOS ARVOREDOS - JORGE LÚPUS - CHIADO BOOKS

Quadras para santos populares fictícios - OCTÁVIO CARMO SANTOS

LIVRO GENTILMENTE OFERECIDO POR ADRIANA MAYRINCK

Engoli umas sardinhas
Tu comeste carapaus
Às meninas boazinhas
Tocam os rapazes maus.

Quando descia a Avenida
A marcha do Alto do Pina
Tu disseste-me atrevida:
- Eu não sou tua menina!

Desfilava a Madre Deus
Aquela dos meus desejos
Foi num repente dos meus
Que te dei aqueles beijos.

P’lo arraial de mãos dadas
Foi na Taberna de Alfama
Que o meu conto de fadas
Foi um cenário sem cama.

Contigo a andar por Lisboa
Largos, calçadas, travessas
Histórias te impinjo à toa:
Minhas verdades são essas.

EM - VOZES IMPRESSAS - ANTOLOGIA - EDIÇÕES VIEIRA DA SILVA

Sonhos - OLIVEIRA SANTOS

LIVRO GENTILMENTE OFERECIDO POR ADRIANA MAYRINCK

Sonhar é viver no mundo da ilusão;
É tudo que a imaginação desejar:
O céu recheado de esperança;
Um mar coberto de estrelas;
Praias com pedaços de céu;
Amar, não amar, repudiar;
Fantasias é a arte das ambições.
Ver o Mundo pelos olhos de uma criança.
Todos diferentes e todos iguais.

EM - VOZES IMPRESSAS - ANTOLOGIA - EDIÇÕES VIEIRA DA SILVA

sexta-feira, 29 de junho de 2018

Pelos mãos e pelos olhos eu juro 3 - ALICE VIEIRA

LIVRO GENTILMENTE CEDIDO PELA AUTORA
Saibam da autora neste link

3

deixa que eu te diga as palavras enormes
que se erguem hoje das ruas gretadas
pelo rigor súbito de agosto

delas nascerá sempre o verbo justo
de sons claros e rectilíneos
com a ração de lua e mar que ainda me deves
escondida em todos os desertos por onde andei
sabendo que estavas muito longe mas que estar aqui
era ainda muito mais longe

apesar disso houve sempre
palavras enormes à nossa espera
que fomos largando pelos corredores das casas
onde lentamente morríamos ao som cruel da infância

mas talvez o futuro tenha começado agora mesmo
com este nome mais verdadeiro e menos gasto
com estas mãos    com estes olhos
com que juramos regressar ao que um dia habitámos

às palavras rigorosas e claras
que descobriram outros brandos lugares
para esperarem por nós de sílabas lavadas

como o chão da casa onde largámos o medo
e os seus mais antigos significados

EM - DOIS CORPOS TOMBANDO NA ÁGUA - ALICE VIEIRA - CAMINHO

Dissecação - NIC CARDEAL

LIVRO GENTILMENTE OFERECIDO POR IN-FINITA
Saibam mais do projecto conexões neste link
Conheçam a IN-FINITA neste link


Por baixo da pele
tenho carne,
tenho ossos,
veias feito rios
de águas vermelhas.

Por baixo da voz
guardo silêncios,
gritos adormecidos,
verbos a conjugar,
palavras nunca ditas.

Por baixo de mim
sou infinitos,
caminhos oblíquos,
sonhos longínquos.

Quando de mim nada restar,
lembra que esse sonho
é mesmo assim:
depois do começo,
depois do fim,
a gente desperta
na outra face
da mesma moeda.


EM - CONEXÕES ATLÂNTICAS - ANTOLOGIA - IN-FINITA

Flower verão power - JACKMICHEL

LIVRO GENTILMENTE OFERECIDO PELAS AUTORAS
Saibam das autoras neste link

É! Tudo é... tudo é... tudo é poder, generais dos sinos da flor!

Estaciona teu carro, tua moto, teus pés...
E vê de perto o verão, sem grilo... a flor, sem grilo...
O verão, sem grilo... o poder, sem grilo...

Onde, talvez, flane o incenso oriental sobre caminhos de alface!...

EM - SIXTIES 60 - JACKMICHEL - HELVETIA EDIÇÕES

Hoje és meu último pensamento do dia - NGUNZA DOMINGOS ALBERTO PRINCE

LIVRO GENTILMENTE OFERECIDO POR ADRIANA MAYRINCK

Hoje eu lembro o quando
Deliciava os aminoácidos
Do seu corpo… o quando
Contigo sentia-me amado.

Ainda reina em mim
O puro amor que contigo vivi
O grande presente do S. Valentim
Que de ti recebi.

Eu lembro disso! Eu lembro
Mas triste pois não vejo você aqui
Nem ali, apenas sinto-te por dentro,

Quero ficar inconsciente
E esquecer que não te perdi
Pois és o meu passado no presente.

EM - VOZES IMPRESSAS - ANTOLOGIA - EDIÇÕES VIEIRA DA SILVA

Tons de Liberdade - SÃO SILVEIRINHA

LIVRO GENTILMENTE OFERECIDO PELA EDITORA

Era um povo. Era um mar.

Um dia, o povo sonhou.
E, de peito feito, despediu-se de cada rosto.
Içou velas e entregou-se àquele mar, que era seu,
para descobrir outros lugares, outras gentes...

O sonho tinha, assim, chegado a porto seguro.
Tinha ancorado.

Depois, esse povo intrépido, aguerrido,
que se oferecera aos quatro cantos da Terra,
estagnou.

E o mar tornou-se turvo, água pantanosa...
O azul esverdeado deu lugar a barro acastanhado,
mesclado com vermelho sangue
de uma guerra impiedosa.

O mar, triste, viu os seus filhos partirem.
E chorou. Chorou tanto de saudade...

Então esse povo destemido,
que parecia adormecido,
partiu correntes, arrancou as mordaças.
E voltou a sonhar, ao lançar vinte e cinco cravos ao mar!

EM - II CONCURSO LITERÁRIO - ANTOLOGIA - EDIÇÕES VIEIRA DA SILVA

quinta-feira, 28 de junho de 2018

A doença é o tédio da vida... - M. P. BONDE

LIVRO GENTILMENTE CEDIDO PELO AUTOR
Saibam do autor neste link

A doença é o tédio da vida, a masmorra da alegria e do ritmo fascinante dos passos infantis à beira-mar. O tédio! O suco dos boémios e poetas na criação do verso. O rio de inspiração, o tubo de escape, a vida. Porque a vida é luta, é coragem para os dias que se avizinham tristes, é pão e água, respiração. A vida e o tédio cantam na janela do poeta a canção de embalar para que no luar o papel virgem brilhe eternamente na boca alheia.

EM - ENSAIOS POÉTICOS - M. P. BONDE - CAVALO DO MAR 

Dentro de mim - NIC CARDEAL

LIVRO GENTILMENTE OFERECIDO POR IN-FINITA
Saibam mais do projecto conexões neste link
Conheçam a IN-FINITA neste link

Dentro de mim um barco.
Águas revoltas, águas profundas, águas paradas.
Às vezes rasas, às vezes fecundas.
Mares raros, rios secos, fontes salinas.
Barco vazio, barco repleto,
às vezes escasso, às vezes completo.

Dentro de mim o oceano,
dores escusas,
sabores amargos,
doces lembranças.

Dentro de mim a gota,
a sombra, a letra,
o verbo solto, sem verso,
eco preso à garganta
no reverso da mesma estrutura.

Dentro de mim um grito.
Sou toda ouvidos,
o som do mundo.

Dentro de mim um barco,
um rasgo mais que perfeito,
uma gota: o oceano em si.


EM - CONEXÕES ATLÂNTICAS - ANTOLOGIA - IN-FINITA

Truta da sereia fruta - JACKMICHEL

LIVRO GENTILMENTE OFERECIDO PELAS AUTORAS
Saibam das autoras neste link 

Do antigo continente, ela é a truta:
Metade peixe... metade fruta...
Sereias - velas ao mar -
Eu quero nadar!

Mas que gostosa fritada de trutas!
Que saborosa salada de frutas!
Açúcar ou sal?
Sem demasia, nenhum faz mal!

Adoro peixe com fruta!
Gotas de limão sobre a truta...
Escamas de peixe... cascas de fruta...
Truta da sereia fruta!

EM - PAPATIPARAPAPÁ - JACKMICHEL - EDITORA ILLUMINARE

Desfecho - NGUNZA DOMINGOS ALBERTO PRINCE

LIVRO GENTILMENTE OFERECIDO POR ADRIANA MAYRINCK

Eu sou…
O choro anémico de uma criança perdida
Sou a voz silenciada pelo gatilho do inferno político
O grito ecoado no túnel de um coração amargurado.

Eu sou...
O sonho descurado na curva estreita da madrugada.
O olhar inquieto que abarca mendigos desleixados
Na rua do abismo.

Eu sou…o tambor africano
À rufar nas noites das cicatrizes penadas,
Sou a pedra lançada no caminho da vida
Para edificar os alicerces da Babilónia.

EM - VOZES IMPRESSAS - ANTOLOGIA - EDIÇÕES VIEIRA DA SILVA

oh fabulosa fantasia - ALVARO GIESTA

LIVRO GENTILMENTE OFERECIDO PELO AUTOR
Saibam do autor neste link

outrou-me na voz de tantos - assim verto
a poesia das margens
neste tempo da ausência e da angústia;

assim medito
perguntando-me nas sombras, que me dizem
da necessidade de fugir da cidade envenenada,
onde mergulho no odor nauseabundo
que os corpos desequilibrados exalam,
sem porto de partida
nem cais de chegada;

porto onde não acostam esses corpos perdidos
que estão na sordidez do seu calendário.

assim me busco na palavra, que seja
mais que o bálsamo que apenas alivia e não cura,
porque ébrio me sufoco calcorreando
as ruas vazias na pele do tempo
que ganhou asas e se perdeu.

EM - O PRANTO DOS LOUCOS LÚCIDOS - ALVARO GIESTA - TEMAS ORIGINAIS

quarta-feira, 27 de junho de 2018

Até outro dia nascer - VÍTOR COSTEIRA

LIVRO GENTILMENTE CEDIDO PELO AUTOR
Saibam do autor neste link

Colho-te fruto
em silvestre amor...
beijo-te amora
no hiato que devora
o fruto a colher,
nos dedos tintados,
de entrededos te ter,
em escarlate suados,
com o suco a escorrer
que depois vou sorver...

Amor, amora,
aqui e agora,
fruto que o olhar namora
desde o amanhecer
até outro dia nascer,
deixa-te acontecer...

EM - POEMAS DE (A)MAR - VÍTOR COSTEIRA - MP EDIÇÕES

Das entranhas - NIC CARDEAL

LIVRO GENTILMENTE OFERECIDO POR IN-FINITA
Saibam mais do projecto conexões neste link
Conheçam a IN-FINITA neste link

Não sou das letras.
Sou das veias.
Aquelas que nascem
entre coração e mundo de fora
entre alma e mundo de dentro
deixando escapar
rios de sentir.

Não ocupo nenhuma cadeira.
Sou caseira.
Meu ofício é artesão:
faço das tripas coração para traduzir-me em palavras
ainda que sejam rasas
servem-me sobremaneira
na medida propícia
para o entendimento de mundo.

Não sou das beiras.
Sou das profundezas.
Das entranhas sem artimanhas.
Faço das tripas coração para virar-me do avesso
quem sabe assim pagarei o preço
na soma exata da palavra dita.
Por isso escrevo
e me atrevo.

EM - CONEXÕES ATLÂNTICAS - ANTOLOGIA - IN-FINITA

Cuidar - JANETE NAKATANI

LIVRO GENTILMENTE OFERECIDO POR FERNANDO MATOS

Não existe cuidar que não demande algum tempo,
que não priorize o outro e exija envolvimento.
Cuidar em si, se prepara quando propomos doar:
escuta, atenção, respeito, estudo e reflexão.

Não existe cuidar sem um mínimo de máxima dedicação!
Todo o fazer do cuidado é pensado em seu requinte,
do fundamento, do toque, da eficácia, da intenção.
Não há-de existir cuidar se não houver quem se importe.

Todo o cuidar prescinde de existir um ser cuidado;
numa relação parceira, de dueto, par e parte,
em que a interação se faz com sutileza de ARTE!

EM - ENFERMAGEM COM POESIA - ANTOLOGIA - EDITORA CRV

Ponto de exclamação - MARIA JOÃO MACHADO

LIVRO GENTILMENTE OFERECIDO POR ADRIANA MAYRINCK

Ah!, Oh!, Ai!, Ui!
Suspira o verso.
Oh! Oxalá…!
Nomear um desejo.
Alô! Óh! Uma invocação.
Bravo! Viva!
Mais um ponto de exclamação.
Alto! Basta! Raios te partam!
Mais uma interjeição.

EM - VOZES IMPRESSAS - ANTOLOGIA - EDIÇÕES VIEIRA DA SILVA

Primeira noite - MÁRIO PASSOS FURTADO

LIVRO GENTILMENTE OFERECIDO PELA EDITORA
Saibam do autor neste link
Saibam do livro neste link
Conheçam a editora neste link

deram-me um saco enorme
de plástico opaco e espesso
com as tuas coisas a navegar lá dentro
eis como dois brincos
pulseiras lineares
um relógio
roupas e sapatos
tudo junto mais uma carteira
definem
representam uma pessoa

o que é o conjunto de coisas que define alguém?
o que são as coisas de alguém?

como conseguem objectos nus
representar uma pessoa
uma mulher
a minha mulher
num hospital
que fica fechada lá dentro
comigo na rua
fechado cá fora

EM - ANDAMENTOS - MÁRIO PASSOS FURTADO - CHIADO EDITORA

terça-feira, 26 de junho de 2018

Deixa-me cantar - MARIA CABRAL

LIVRO GENTILMENTE OFERECIDO PELA EDITORA
Saibam da autora neste link
Saibam do livro neste link
Conheçam a editora neste link

Deixa-me cantar,
cantar para ti uma canção
que seja como um voo de águia
no céu azul,
sereno e fundo
até perder de vista os montes
cá em baixo!
Deixa-me cantar!
Voar, largar o amor
entornando-o pelas serras fora,
enfeitando a paisagem
de ternura!
Deixa-me cantar!...

EM - OLHANDO O MUNDO - MARIA CABRAL - CHIADO EDITORA

Alinhavos - NIC CARDEAL

LIVRO GENTILMENTE OFERECIDO POR IN-FINITA
Saibam mais do projecto conexões neste link
Conheçam a IN-FINITA neste link


Minha carne é fraca
- sou tecida
em curtos pavios –
o fogo arde
a água invade
a beira é rasa
o tempo é breve.
De que me serve
vento sem folha
terra sem ventre
escuro sem lume?
Quero um pouco mais de improviso
nesse riso guardado em estoques.
Busco a alma escondida na gaveta
onde guardo tantos medos desde sempre.
Desalinhei minhas simetrias
descosturei minhas mãos
e libertei meus receios do blecaute.
Hoje adormeço mais contente:
tenho um sonho iluminando meus escuros
e uma alma germinada pra semente.


EM - CONEXÕES ATLÂNTICAS - ANTOLOGIA - IN-FINITA

O sol agiganta-se - JOSÉ FERNANDO DELGADO MENDONÇA

LIVRO GENTILMENTE OFERECIDO PELA EDITORA
Saibam do autor e do livro neste link
Conheçam a editora neste link

o sol agiganta-se
quer esconder-se
não tem forma de controlar
o seu tamanho

o céu embeleza-se
não é mais azul
e aquece para ajudar
a festa de despedida

as máquinas vão parar
os homens vão descansar
tudo perfeito
para a noite que chega

EM - DIAS DE POESIA - JOSÉ FERNANDO DELGADO MENDONÇA - EDIÇÕES VIEIRA DA SILVA

A morte da musa - MARIA JOÃO MACHADO

LIVRO GENTILMENTE OFERECIDO POR ADRIANA MAYRINCK

Cinzas
Troncos negros despidos
Sombras esguias
Arestas de versos perdidos.

Calíope morreu. Silêncio.
Silêncio! Calíope morreu.

Não há poetas, nem poemas
Nem versos, nem palavras…

Silêncio. Ausência.
A vida morreu.
Morreu a vida.

EM - VOZES IMPRESSAS - ANTOLOGIA - EDIÇÕES VIEIRA DA SILVA

Oração (a minha oração) - ISABEL BASTOS NUNES

LIVRO GENTILMENTE OFERECIDO PELA AUTORA
Saibam da autora neste link

Se um dia fosse Maria
Como poderia saber
Maria sou todavia
E não sei o que fazer

Maria a quem tanto devo
E a quem sempre recorro
Em horas de aflição
A Ela peço socorro

Com os olhos postos no chão
A Ti Maria bendita
Confio o meu coração
Nas horas aflitas da vida!

Se um dia pudesses mudar
A vida de toda a gente
Seria sempre Maria
Mas seria tão diferente

Maria que estendes as mãos
E tantos corações alivias
Santa da minha devoção
Verso da minha Poesia!

EM - POEMAS POR ACABAR - ISABEL BASTOS NUNES - PASTELARIA STUDIOS

segunda-feira, 25 de junho de 2018

Existência - LÚCIA SILVA

LIVRO GENTILMENTE OFERECIDO PELA EDITORA
Saibam da autora neste link
Saibam do livro neste link
Conheçam a editora neste link

Simplesmente eu!
Assim,
sem máscara!
Presente em mim,
sem fado...
meu corpo alado,
o meu ser,
diáspora...
viajante solta
nas brumas do meu pensamento,
meu olhar molhado
vagueia pela cidade revolta
perdido num mar devorado
pela minha vontade premente
de voltar para o teu lado
embalada na melodia
de um céu estrelado...
assim,
junto a mim eu persisto
nesta minha existência
de viver este meu fado
na dor da tua ausência...

EM - EXISTÊNCIA - LÚCIA SILVA - CHIADO EDITORA

Saga de fruto - NEWTON MESSIAS

LIVRO GENTILMENTE OFERECIDO POR IN-FINITA
Saibam mais do projecto conexões neste link
Conheçam a IN-FINITA neste link

Tu vês a beleza e a doçura que um fruto carrega?
carrega o que nele também foi processo e espera,
espera paciente do grão semeado na terra,
na terra que é mãe do processo que a todos encerra.

Encerra a saga do fruto uma grande lição,
lição repetida nas dores de cada estação:
que o fruto que surge depois da beleza da flor,
todo ele carrega na carne uma história de dor.

EM - CONEXÕES ATLÂNTICAS - ANTOLOGIA - IN-FINITA

Mulher moderna - CRISTINA LEBRE

LIVRO GENTILMENTE OFERECIDO PELA AUTORA
Saibam da autora neste link

Da mulher guerreira,
forte, independente,
ficou um coração vazio
que de todo pranteia.

Da mulher que a vida
castigou, endureceu a fronte
ficou a mãe que defende
ficou uma amante distante.

Fere, repele
toda opressão indecente,
perde, mas ganha
sua dignidade, imponente.

Da mulher que enfrenta
toda e qualquer tormenta
ficou ainda uma esperança
e uma carência de criança.

EM - MARCA D'ÁGUA - CRISTINA LEBRE - BIBLIOTECA 24 HORAS

Fantasmas de papelão - MARIA ESTRELA DO MAR

LIVRO GENTILMENTE OFERECIDO POR ADRIANA MAYRINCK

Escrevi-te tantas cartas sem nada pensar.
Escrevia por escrever, dizia por dizer, desejava sem querer
Numas falava de saudade, noutras de cansaço da idade
Quase sempre percebi que me dirigia à nossa ausência
Eu aqui, tu aí, dois fantasmas sem destino
Revoltados, rebeldes e desonrados
Aguardam a morte que lhes foi confiada

Descrentes caminhamos à procura do navio que nos há-de levar ao rio dos assombrados
Quando lá chegarmos não perguntes nada, não te esquives a nada
Guarda-te nu, morre devagar, já nada te resta, és filosofia barata
Não me ofereceste a ilha, nem tão pouco a tarde e a lua como amiga
Das tuas mãos recebi diamantes enferrujados
Estavas vazio, foste o calendário sem datas
Mereceste-me por tudo e por nada
Primeiro fui coroa de lírios perfumada
Depois um poema com espuma do punhal que se feriu nas rosas desbotadas
Como nada mais resta de uma paz maltratada
Vou deixar os escritos de como ser amada
E quando falares de amor lembra-te que a exaltação começa
Quando a rosa larga os espinhos e de mel se reveste

EM - VOZES IMPRESSAS - ANTOLOGIA - EDIÇÕES VIEIRA DA SILVA