Este blogue pretende ser uma montra de poemas e poetas de língua portuguesa.
NESTE MOMENTO O TOCA A ESCREVER É PATROCINADO POR ALGUMAS EDITORAS E AUTORES QUE OFERECEM LIVROS DE POESIA.

sábado, 27 de outubro de 2018

Onde estás tu, quando não estás? - VÍTOR COSTEIRA

LIVRO GENTILMENTE OFERECIDO POR IN-FINITA
Saibam mais do projecto conexões neste link
Conheçam a IN-FINITA neste link

Onde estás tu, quando não estás?
De que parte de mim te ausentas tu,
quando o teu olhar vago
busca algo que está além de mim,
em direcção a outro algo
que eu desconheço?

Onde estás tu, quando o teu olhar,
me trespassa, desembainhada espada,
como se eu fosse nevoeiro,
fina e vulnerável neblina,
e vagueia entre algo depois de mim
e um imenso nada
que, eu prefiro pensar,
que assim seja?

Ou será que sou eu esse imenso nada
e tens que olhar além
para que encontres algo ou alguém
que preencha vazios,
que adoce sorrisos
e te dê motivos
para deixares de me olhar?

Onde vais tu, quando não estás?
Que partes de ti aqui ficam
para que me distraiam o olhar
e não veja que não estás,
sempre que me procuras
em quem me é alheio?

Onde vais tu, se eu estou aqui?

EM - CONEXÕES ATLÂNTICAS II - ANTOLOGIA - IN-FINITA

1 comentário: