Este blogue pretende ser uma montra de poemas e poetas de língua portuguesa.
NESTE MOMENTO O TOCA A ESCREVER É PATROCINADO POR ALGUMAS EDITORAS E AUTORES QUE OFERECEM LIVROS DE POESIA.

quinta-feira, 5 de julho de 2018

Josiane - MÁRCIO BEZERRA DA COSTA

LIVRO GENTILMENTE OFERECIDO POR TACIANA VALENÇA

Não tenho certeza, o que não existe
compunge-me, dói-me os olhos
a paisagem de vidro, a grandeza do nada,
a voz que silencia uma manhã
e sobrepuja a esfera do luar.
Te persegui, anjo do sonho
a criatura sobrevoante das horas
e dos sorrisos, digo-te o nome
JOSIANE, nada além de um nome
palavra de letras contadas
signos que descem dos olhos com as lágrimas.
Estamos no que não existe
há muito dormiste, há muito morreste
para o óbvio, para o incerto, mas resistes
na vibração oculta de um peito,
no ocioso fragmento de um sonho.

EM - ANTOLOGIA DE POETAS BRASILEIROS CONTEMPORÂNEOS 51 - ANTOLOGIA - CBJE

1 comentário:

  1. Este poema entra na recordação de quem já partiu.
    Tenho receio da minha mente, quando for descansar... estou pensativa mas contrario com boa música......até agora.

    ResponderEliminar