Este blogue pretende ser uma montra de poemas e poetas de língua portuguesa.
NESTE MOMENTO O TOCA A ESCREVER É PATROCINADO POR ALGUMAS EDITORAS E AUTORES QUE OFERECEM LIVROS DE POESIA.

segunda-feira, 1 de fevereiro de 2016

Olho o meu retrato - ADELAIDE SIMÕES ROSA

No presente, olho um retrato do passado
Desfolho o meu diário de emoções
Não choro pelo que de mim foi levado
Fico feliz nas minhas recordações

Para mim é um orgulho cada traço
Desenhado na tez do meu rosto
Eles são a experiência que abraço
Para fazer tudo aquilo que tanto gosto

Olho dentro de mim mas não sinto
Os anos que eu vejo no meu rosto
A minha alma jovial é o meu conforto

Olho o meu rosto, é evidente
Que os anos o deixaram diferente
Mas sou a mesma pessoa de que eu gosto

EM - INALTERADO SENTIR - ADELAIDE SIMÕES ROSA - PASTELARIA STUDIOS

Sem comentários:

Enviar um comentário