Este blogue pretende ser uma montra de poemas e poetas de língua portuguesa.
NESTE MOMENTO O TOCA A ESCREVER É PATROCINADO POR ALGUMAS EDITORAS E AUTORES QUE OFERECEM LIVROS DE POESIA.

sábado, 20 de fevereiro de 2016

Freixo de Espada à Cinta - VÍTOR CINTRA

Se foi "Feijão", ou não, quem te fundou,
Te fez ser povoado, desde antanho,
Jamais o saberemos, mas restou
A lenda, património do nortenho.

Se Dom Afonso Henriques te outorgou
Foral e te mandou erguer muralhas,
Foi porque o rei vizinho cobiçou
As leiras e lameiros, que trabalhas.

Ainda assim Afonso de Leão
Tomou de assalto a nova construção
E sujeitou também o povoado.

Mas, reagindo, o reino português
Reconquistou a praça e, desta vez,
Tornou mais forte o troço amuralhado.

EM - RUÍNAS DA HISTÓRIA - VÍTOR CINTRA - LUA DE MARFIM

Sem comentários:

Enviar um comentário