Este blogue pretende ser uma montra de poemas e poetas de língua portuguesa.
NESTE MOMENTO O TOCA A ESCREVER É PATROCINADO POR ALGUMAS EDITORAS E AUTORES QUE OFERECEM LIVROS DE POESIA.

quarta-feira, 23 de setembro de 2015

Autópsia de um poema - ANGELINA ANDRADE

Procuro o ventre de um poema
Desmembro cada palavra
Olho, estudo cada víscera das letras
E no ventre, não encontro nada!
Pássaro morto
Búzio mudo?
Processo de alquimia
Construção sem alicerces
Que nada me diz
Das coisas da poesia!
Pulsam ainda palavras
Veias ainda frementes
No canto do olho uma lágrima
Moléculas de sentimento!
Mas, apressado vem o crítico e assina
Sem um espelho na boca do poema
O auto do falecimento

EM - NAS ASAS DE SIMORGH - ANGELINA ANDRADE - TEMAS ORIGINAIS

Sem comentários:

Enviar um comentário