Este blogue pretende ser uma montra de poemas e poetas de língua portuguesa.
NESTE MOMENTO O TOCA A ESCREVER É PATROCINADO POR ALGUMAS EDITORAS E AUTORES QUE OFERECEM LIVROS DE POESIA.

domingo, 21 de junho de 2015

Zodíaco - JORGE DE SENA

Os deuses nascem quando a vida estreita
laços de olhar, em torno da memória;
lembrar com medo é refazer a história
de quantos deuses uma estátua é feita.

Surgem desígnios que a morte ajeita
ao jeito permitido... Sim! Devore-a
a pura terra em água mais eleita,
que, ao chamar gruta à solidão marmórea,

dará, e a Deus, um cântico e um destino.
Se foi impunemente que menino
me demorei no tempo e não perdi

o bibe sujo que ficou como era,
tenho maior direito ao que se espera:
criei constelações e nunca as vi.

EM - ANTOLOGIA POÉTICA VOL IV - JORGE DE SENA - GUIMARÃES

Sem comentários:

Enviar um comentário