Este blogue pretende ser uma montra de poemas e poetas de língua portuguesa.
NESTE MOMENTO O TOCA A ESCREVER É PATROCINADO POR ALGUMAS EDITORAS E AUTORES QUE OFERECEM LIVROS DE POESIA.

sábado, 20 de junho de 2015

Primeiro beijo - JAIME CORTESÃO

Beijo de Tempestade e de vertigem,
Como a descarga súbita do raio,
Refluxo vital tocando a origem,
Fundindo bocas ébrias em desmaio.

Genésico florir em pleno Maio,
Água pra qual em fogo se dirigem
Bocas ardentes no primeiro ensaio
De mitigar a sede à Carne virgem.

E enquanto sobre as bocas, como brasas,
As pombas do Desejo unem as asas
E um ar de Primavera voluptuosa

Abre no rosto em flor lírios vermelhos,
A Alma junta as mãos, trémula, ansiosa,
E, em delíquios de Amor, cai de joelhos!

EM - POESIA - JAIME CORTESÃO - INCM

Sem comentários:

Enviar um comentário