Este blogue pretende ser uma montra de poemas e poetas de língua portuguesa.
NESTE MOMENTO O TOCA A ESCREVER É PATROCINADO POR ALGUMAS EDITORAS E AUTORES QUE OFERECEM LIVROS DE POESIA.

terça-feira, 9 de junho de 2015

Tomar - VÍTOR CINTRA

Ergueu-te Gualdim Pais, como reforço
Da linha fronteiriça de defesa,
No tempo em que, no reino, o grande esforço
Era alargar a Pátria portuguesa.

No alto, sobranceiro ao rio Nabão,
A grande fortaleza amuralhada
Cresceu e fez crescer a sensação
De não poder ser nunca conquistada.

Mais tarde Abu Yusuf, em contra ataque,
Depois de Silves ter reconquistado,
Chegou a Santarém, sem ter parado.

E após ter Torres Novas posto a saque,
Centrou-se no castelo de Tomar,
Mas nunca foi capaz de o conquistar.

EM - NA SENDA DOS TEMPLÁRIOS - VÍTOR CINTRA - LUA DE MARFIM

Sem comentários:

Enviar um comentário