Este blogue pretende ser uma montra de poemas e poetas de língua portuguesa.
NESTE MOMENTO O TOCA A ESCREVER É PATROCINADO POR ALGUMAS EDITORAS E AUTORES QUE OFERECEM LIVROS DE POESIA.

terça-feira, 7 de abril de 2015

Assombro - JAIME CORTESÃO

Quando criança, abri os olhos claros,
Cheios de assombro para todo o Mundo...
Donde vinham meus olhos, donde vinham
Que tudo acharam tão extraordinário?!

Quantas vezes agora me sucede
Abrir de novo os olhos assombrados,
Como se eu fora débil criancinha,
Lançada a uma terra nunca vista...

Terra sem fim de Essência e Eternidade,
Paisagem espiritual, onde eu acordo
E abro meus olhos, que inda a luz ofusca!

Talvez seja esse Mundo donde vim,
Quando em menino aqui abri os olhos
E aonde a pouco e pouco irei voltando!...

EM - POESIA - JAIME CORTESÃO - INCM

Sem comentários:

Enviar um comentário