Este blogue pretende ser uma montra de poemas e poetas de língua portuguesa.
NESTE MOMENTO O TOCA A ESCREVER É PATROCINADO POR ALGUMAS EDITORAS E AUTORES QUE OFERECEM LIVROS DE POESIA.

quinta-feira, 27 de junho de 2013

Amo os teus defeitos - ANTÓNIO OSÓRIO

Amo os teus defeitos, e tantos
eram, as tuas faltas para comigo
e as minhas; essa ênfase
de rechaçar por timidez; solidão
de fazer trepadeiras, agasalhos
para velhos, depois para netos;
indulgência de plantar e ver
o crescimento da oliveira do paraíso,
carregada de flores persistentemente
caducas; essa autoridade, irremediável
desafio; e a astúcia
de termos ambos quase a mesma cara.

EM - POEMAS DE AMOR - ANTOLOGIA - DOM QUIXOTE

1 comentário:

  1. Tantos defeitos... tanta teimosia... tanto rancor... tanto desprezo...e o tempo é sempre bom conselheiro quando nos apanha a alterar o rumo...
    Não sei se vai ao encontro deste texto, mas não tenho nada que me inquiete.
    GRATA.

    ResponderEliminar