Este blogue pretende ser uma montra de poemas e poetas de língua portuguesa.
NESTE MOMENTO O TOCA A ESCREVER É PATROCINADO POR ALGUMAS EDITORAS E AUTORES QUE OFERECEM LIVROS DE POESIA.

quinta-feira, 4 de agosto de 2011

A contra-pêlo - DOMINGOS DA MOTA

Oxalá fosse o lume que beijasse
os lábios sequiosos de frescura
e com todos os poros conjugasse
a febre galopante da ternura

Com o pão do desejo, propagasse
arrepios na espinha, pêlo a pêlo,
e ateado o incêndio, mergulhasse
no corpo que atravesso a contra-pêlo

Oxalá que apesar de tanto vício
que provoca e perturba o coração,
inscrevesse e deixasse algum resquício
no mais fundo de ti, e porque não,

fosse o rio veloz, fosse a corrente,
mas a subir da foz para a nascente

EM - BOLSA DE VALORES E OUTROS POEMAS - DOMINGOS DA MOTA - TEMAS ORIGINAIS

Sem comentários:

Enviar um comentário