Este blogue pretende ser uma montra de poemas e poetas de língua portuguesa.
NESTE MOMENTO O TOCA A ESCREVER É PATROCINADO POR ALGUMAS EDITORAS E AUTORES QUE OFERECEM LIVROS DE POESIA.

quinta-feira, 14 de julho de 2011

Terra tua - EDGARDO XAVIER

Veste-me com o aroma da tua boca
e devassa-me
como se fosse terra tua

Ara-me

Que seja eu
o prémio e o castigo
a sede e a água
o fim e a eternidade
consentidos

EM - CORPO DE ABRIGO - EDGARDO XAVIER - TEMAS ORIGINAIS

Sem comentários:

Enviar um comentário