Este blogue pretende ser uma montra de poemas e poetas de língua portuguesa.
NESTE MOMENTO O TOCA A ESCREVER É PATROCINADO POR ALGUMAS EDITORAS E AUTORES QUE OFERECEM LIVROS DE POESIA.

terça-feira, 10 de maio de 2011

Poema sem sal - TERESA M. G. JARDIM

Sempre que faço limpezas profundas no armário
da cozinha, estragam-se coisas; de mal arrumados
parti alguns pratos, não faz mal, neles não comerei
mais sopa, só, sem som, sem sal, sem sentido.

EM - JOGOS RADICAIS - TERESA M. G. JARDIM - ASSÍRIO & ALVIM

Sem comentários:

Enviar um comentário