Este blogue pretende ser uma montra de poemas e poetas de língua portuguesa.
NESTE MOMENTO O TOCA A ESCREVER É PATROCINADO POR ALGUMAS EDITORAS E AUTORES QUE OFERECEM LIVROS DE POESIA.

terça-feira, 26 de fevereiro de 2019

Do longe - JOÃO DORDIO

LIVRO GENTILMENTE OFERECIDO POR IN-FINITA
Saibam mais do projecto conexões neste link
Conheçam a IN-FINITA neste link

Vou bem longe para o longe do longe
e afinal tão perto apenas para te dizer
no longe do perto que a distância não existe
e que estou tão perto apesar de longe
que sussurro disfarçado de vento
para que percebas e sintas que estou contigo
de todas as formas do perto e do longe...

Longe é perto e estou na tua mão
no teu olhar guardado com braço
ou sem braço para abraço
com lábio ou sem lábio para beijo,
mas com eco... aquele, o mesmo,
o nosso muito mágico,
o da paixão incondicional!
Porque vem de longe esta paixão
que fica perto sem tempo de passar
esquecendo cronologias e calendários...

Vem comigo para longe!
Porque longe estaremos sempre
perto um do outro ou de nós mesmos!
Porque somo-nos... de longe...
E há dias assim.
Dias perto das noites com corpo...
Noites perto do longe da alma...

EM - CONEXÕES ATLÂNTICAS III - ANTOLOGIA - IN-FINITA

1 comentário:

  1. Um poema divinal! O jogo entre o longe , do longe e o ser perto, é original. Um poema amoroso.

    ResponderEliminar