Este blogue pretende ser uma montra de poemas e poetas de língua portuguesa.
NESTE MOMENTO O TOCA A ESCREVER É PATROCINADO POR ALGUMAS EDITORAS E AUTORES QUE OFERECEM LIVROS DE POESIA.

quarta-feira, 24 de outubro de 2018

Mar de andorinhas - PETRUCIA CAMELO

LIVRO GENTILMENTE OFERECIDO POR IN-FINITA
Saibam mais do projecto conexões neste link
Conheçam a IN-FINITA neste link

Ó andorinha, voas assuntando os mares!
Revoas ondeando o ondear das ondas.
Há no silêncio das vagas um corpo vencido,
pelos acordes das marés acontecidas.

Voas andorinha, andorinhão-das-tormentas!
Os céus desabam, os oceanos exasperam-se,
sonhos e desejos vagueiam sobre ondas
ondeiam sôfregos de lamentos e esperas.

Ó andorinha-da-serra, voas em volteios,
na terra e no mar!
Nas águas gloriosas e de lágrimas cor de algas
arrebatas esse corpo transido de mágoas.

Ó andorinha-da-praia, quisera, à beira - mar quisera!
Que encontres esse corpo entre espumas e areias
naufragado de sonhos nas solidões marinhas.

EM - CONEXÕES ATLÂNTICAS II - ANTOLOGIA - IN-FINITA

Sem comentários:

Enviar um comentário