Este blogue pretende ser uma montra de poemas e poetas de língua portuguesa.
NESTE MOMENTO O TOCA A ESCREVER É PATROCINADO POR ALGUMAS EDITORAS E AUTORES QUE OFERECEM LIVROS DE POESIA.

quinta-feira, 9 de agosto de 2018

Partir as amarras... dói! - ANA COELHO

LIVRO GENTILMENTE OFERECIDO POR IN-FINITA
Saibam mais do projecto conexões neste link
Conheçam a IN-FINITA neste link

Sim, naquele dia perdi-te,
eu sei!
Libertei palavras desconcertadas
tomei consciência que o cordão umbilical
tinha que ser cortado

... agora dói-me... dói-te... dói...

Fez-se a verdade entre nós

Tu no teu caminho, eu no meu
sempre a olhar o teu
com o sorriso aberto
o coração apertado

Cada um no seu lado
da ponte que eternamente nos une

Sem te tocar
sinto o teu cheiro,
correm águas escondidas...
Perdi-te, eu sei!
Nasceste para teres o teu destino nunca o meu!

Esqueci-me, o tempo da maturidade
encarregou-se de me lembrar que vieste a mim
o tempo de te preparar
até ao separar das margens!
Separar e superar
porque te amo como ninguém te vai amar
é assim o destino de todos nós
... partir as amarras...

EM - CONEXÕES ATLÂNTICAS II - ANTOLOGIA - IN-FINITA

1 comentário:

  1. Sempre se convenceu que não valia a pena amar como o amava.
    Interessante.

    ResponderEliminar