Este blogue pretende ser uma montra de poemas e poetas de língua portuguesa.
NESTE MOMENTO O TOCA A ESCREVER É PATROCINADO POR ALGUMAS EDITORAS E AUTORES QUE OFERECEM LIVROS DE POESIA.

quinta-feira, 19 de julho de 2018

Símbolos escritos à luz do eterno - SÍLVIA SCHMIDT

LIVRO GENTILMENTE OFERECIDO POR IN-FINITA
Saibam mais do projecto conexões neste link
Conheçam a IN-FINITA neste link



A b c d - os signos ao vento sopram
escrever como quem debulha a obra
semente às fibras do trigo- alimento

Ao sorver de sua poeira a terra o ar
dedos rijos nos intervalos do tempo
entre o amor e o medo-interregnos

Imperfeita escrita tal qual movimento
de ondas em sopro d´alma sob o mar
ritmos em sílabas formam leve poema

por obra do divino tempo escrever no
papel sobre à mesa tal qual sobrevida
palavras intercaladas- alumbramento

Poeticalidade será livre o pensamento
memória qualquer vão de lembranças
contatos perdidos entre afetuosidades

[Escrever como se dança uma canção] de verdade


EM - CONEXÕES ATLÂNTICAS - ANTOLOGIA - IN-FINITA

2 comentários:

  1. Um poema muito denso . Posso entender que ao sabor da inspiração, sem preocupações, se fará um poema.

    ResponderEliminar
  2. Grata pelo comentário Maria Beatriz - isso mesmo- meus escritos estão ao sabor do tempo - interregnos e ou do que é orgânico em sua feitura. :)

    ResponderEliminar