Este blogue pretende ser uma montra de poemas e poetas de língua portuguesa.
NESTE MOMENTO O TOCA A ESCREVER É PATROCINADO POR ALGUMAS EDITORAS E AUTORES QUE OFERECEM LIVROS DE POESIA.

domingo, 27 de maio de 2018

Instante de mim - CÉLIA MOURA

LIVRO GENTILMENTE OFERECIDO POR ADRIANA MAYRINCK

Este infinito que me namora
ao qual vou piscando o olho
qual pirilampo
virá rasgar-me de lés-a-lés
no êxtase e no abandono
de todos os meus despojos.
Certamente aí entenderei
o instante de mim.
Que só o Amor foi (é) verdade
e a dor tal como a miséria humana
não passam de imbecilidades cruéis,
agendas demasiado ocupadas
preces constantes em desalento
ou quem sabe caprichos de uma geração
de tanto esperar, exausta
e de um deus mal disposto!
No último instante
quem sabe de tanto cairmos
não possamos voar?!


EM - VOZES IMPRESSAS - ANTOLOGIA - EDIÇÕES VIEIRA DA SILVA

1 comentário:

  1. Muita mágoa por um mundo que não satisfaz aos mortais; há dor, miséria, doença, abandono na terra. Valoriza o Amor,apenas , mas este sobrevive perante as chagas.?Esperar por um salvador?
    Tudo é dilema!

    ResponderEliminar