Este blogue pretende ser uma montra de poemas e poetas de língua portuguesa.
NESTE MOMENTO O TOCA A ESCREVER É PATROCINADO POR ALGUMAS EDITORAS E AUTORES QUE OFERECEM LIVROS DE POESIA.

domingo, 25 de março de 2018

Janelas - JOÃO SEVIVAS

LIVRO GENTILMENTE OFERECIDO PELA EDITORA
Saibam do autor neste link
Saibam do livro neste link
Conheçam a editora neste link

Sussurros descortinados
Semente à espera do verão
Cai indolente a chuva
O papel desfaz as letras
Diálogo em verso
Da raiz às folhas
A gente desenha e sente
As gotas, o vinho e a uva
Pouca distância aos olhos
Mais pequena à boca
Grão de terra, pesadas bolhas
Balbuciam novas janelas.

EM - SILÊNCIO DA ÁGUA - JOÃO SEVIVAS - CHIADO EDITORA

1 comentário:

  1. A simbologia de cada percepção é dada por cada janela . Cada verso é uma delas. Gostei da temática deste poema.

    ResponderEliminar