Este blogue pretende ser uma montra de poemas e poetas de língua portuguesa.
NESTE MOMENTO O TOCA A ESCREVER É PATROCINADO POR ALGUMAS EDITORAS E AUTORES QUE OFERECEM LIVROS DE POESIA.

sábado, 24 de março de 2018

Herança - ALEXANDRE NUNES

LIVRO GENTILMENTE OFERECIDO PELA EDITORA
Saibam do autor neste link
Saibam do livro neste link
Conheçam a editora neste link

Não sei quem sou,
do que sou feito,
não sei da minha alma
quanto mais da minha pautada esperança

Serei o vento?
Serei o mais transparente de todos?
que no sombrio suspiro
afaga os seus passos

Inquietos passos
que vagueiam por caminhos,
por leitos sem vida,
sem mar, sem brio

EM - SUBJECTIVAR - ALEXANDRE NUNES - CHIADO EDITORA

1 comentário:

  1. Este poema é particular para mim. Lembra-me o estudo que fiz sobre a microbiologia. Somos fruto do ADN e das circunstâncias do meio exterior em contínua alteração. Tenho um texto muito singular de cientista , no meu IºBlogg. Gostei .Porém há desolação, neste poema.

    ResponderEliminar