Este blogue pretende ser uma montra de poemas e poetas de língua portuguesa.
NESTE MOMENTO O TOCA A ESCREVER É PATROCINADO POR ALGUMAS EDITORAS E AUTORES QUE OFERECEM LIVROS DE POESIA.

domingo, 1 de maio de 2016

Um actor - PEDRO MEXIA

Um actor, do Teatro Nacional,
que algumas vezes vi
dizer textos moderníssimos
com vocabulário arcaico,
que, em cenas de fúria,
tinha uma voz funda, salivava
demais e saía, indignado,
pela esquerda baixa,
levando nas mãos o chapéu
com plumas, esse actor
que nos palcos era o próprio
teatro, entra agora no café
onde estou, com a mulher
demasiado feia, e volta a sair,
sem fúria nem frases
bem pronunciadas porque a esta
hora já só há doces
e apetece-lhe comer salgados.

EM - MENOS POR MENOS - PEDRO MEXIA - DOM QUIXOTE

Sem comentários:

Enviar um comentário