Este blogue pretende ser uma montra de poemas e poetas de língua portuguesa.
NESTE MOMENTO O TOCA A ESCREVER É PATROCINADO POR ALGUMAS EDITORAS E AUTORES QUE OFERECEM LIVROS DE POESIA.

quinta-feira, 15 de outubro de 2015

A alma ao vento - GILBERTO RUSSA

LIVRO GENTILMENTE OFERECIDO PELA EDITORA

Quem nunca sentiu o sopro
Da tempestade dos ventos?
Coros... cães...
Em tese amarela das areias
Lambendo a face do rosto
Em alma,
Numa jangada de pedra.

Levanta-te, espírito de pele salgada
Por um Sol já gelado
Em tempo seco de Inverno.

Ouçam, ouçam o ganido dos cães
No pressentir a tempestade.
Ondulados de medos,
Que ergue e se afasta
No tempo que consome
A jangada de pedra
Da tempestade dos ventos.

EM - PRINCÍPIO DE UM VAZIO - GILBERTO RUSSA - UNIVERSUS

Sem comentários:

Enviar um comentário