Este blogue pretende ser uma montra de poemas e poetas de língua portuguesa.
NESTE MOMENTO O TOCA A ESCREVER É PATROCINADO POR ALGUMAS EDITORAS E AUTORES QUE OFERECEM LIVROS DE POESIA.

sábado, 15 de agosto de 2015

Ródão - VÍTOR CINTRA

Elevas-te no topo duma escarpa,
Olhando, lá do alto, o rio Tejo.
Memória doutro tempo em que o desejo
Da honra acicatava como farpa.

Das lutas, que travou contra a mourama,
Em ti o grande Wamba descansou.
E, sempre que o califa o atacou,
Maior foi, entre o povo, a sua fama.

Mais tarde, ao suceder a reconquista,
Por ter valor 'stratégico essa crista
Impôs-se refazer a construção.

Mas séculos passados, nem a vista
Tão bela, que nos enche de emoção,
Impede um abandono, sem perdão.

EM - NA SENDA DOS TEMPLÁRIOS - VÍTOR CINTRA - LUA DE MARFIM

Sem comentários:

Enviar um comentário