Este blogue pretende ser uma montra de poemas e poetas de língua portuguesa.
NESTE MOMENTO O TOCA A ESCREVER É PATROCINADO POR ALGUMAS EDITORAS E AUTORES QUE OFERECEM LIVROS DE POESIA.

sábado, 1 de agosto de 2015

O infinito não tem memória - JOSÉ BRITES INÁCIO

O suor dos mares
são os rios
primeiro
e depois as nuvens
em percurso ao invés.

Atarantado
recolho pássaros e peixes
párias de vento
e sem marés.

À sétima virá a onda
e a ode
e a última carta que escrevi
devolvida
só asas
sem pés.

EM - MARGINÁLIA - ANTOLOGIA - EDITA-ME

Sem comentários:

Enviar um comentário