Este blogue pretende ser uma montra de poemas e poetas de língua portuguesa.
NESTE MOMENTO O TOCA A ESCREVER É PATROCINADO POR ALGUMAS EDITORAS E AUTORES QUE OFERECEM LIVROS DE POESIA.

quarta-feira, 19 de agosto de 2015

Consoantes consonânticas - RITA PAIS

O receio do reencontro ressoa no rugir do rio.
Revolta-se, rebela-se, refugia-se em recantos remotos.
Remete-se depois a um rumor resignado e remissivo.
Reage, regurgita, enquanto repudia a raiva
e reclama o remanso de recônditos regressos.
Tudo é tão terrivelmente tentador...

Aguardo ansiosa a angústia do amanhecer.
Desejo o desejo do beijo dormente,
dolente, descompassado, devorante e devorador.
Preciso da palavra de precioso veludo
pronunciada num passado ainda presente.
Faltas-me no tu que já fui eu.
Volatilizo vazios que vagabundeiam
nos vagos vagares que vivem nas vielas da verdade,
e em vão vou sonambulando o teu nome silenciado...

EM - MARGINÁLIA - ANTOLOGIA - EDITA-ME

Sem comentários:

Enviar um comentário