Este blogue pretende ser uma montra de poemas e poetas de língua portuguesa.
NESTE MOMENTO O TOCA A ESCREVER É PATROCINADO POR ALGUMAS EDITORAS E AUTORES QUE OFERECEM LIVROS DE POESIA.

quinta-feira, 16 de julho de 2015

Almourol - VÍTOR CINTRA

Embora pouco mais do que rochedo,
Em ti se ergueram castros lusitanos,
Em tempos, levantados pelo medo
Não só dos animais, mas dos humanos.

Maciço de granito e arvoredo,
Que o Tejo, desde sempre, quis beijar,
Os povos te ocuparam, muito cedo,
Bem antes do romano cá chegar.

Ainda que, dalguns, não haja pista,
Terás sido ocupado por alanos,
Suevos, visigodos, muçulmanos.

Até que aconteceu a reconquista;
E dos castelos feitos por Templários,
Tornaste-te, Almourol, um dos lendários.

EM - NA SENDA DOS TEMPLÁRIOS - VÍTOR CINTRA - LUA DE MARFIM

Sem comentários:

Enviar um comentário