Este blogue pretende ser uma montra de poemas e poetas de língua portuguesa.
NESTE MOMENTO O TOCA A ESCREVER É PATROCINADO POR ALGUMAS EDITORAS E AUTORES QUE OFERECEM LIVROS DE POESIA.

quinta-feira, 21 de maio de 2015

Conto II - CORSINO FORTES

A minha mãe vendia pão ao luar
E mel às crianças da beira-mar
          Pagavam moeda
Moeda de carvão
E marulho da moeda
          no mergulho do mar alto
E por vezes
A fidúcia do rosto
          sem timbre de selo branco

EM - A CABEÇA CALVA DE DEUS... - CORSINO FORTES - DOM QUIXOTE

Sem comentários:

Enviar um comentário