Este blogue pretende ser uma montra de poemas e poetas de língua portuguesa.
NESTE MOMENTO O TOCA A ESCREVER É PATROCINADO POR ALGUMAS EDITORAS E AUTORES QUE OFERECEM LIVROS DE POESIA.

sexta-feira, 24 de abril de 2015

Sem apelo nem agravo - ANTÓNIO MR MARTINS

Espremem ilações contidas
num desespero deprimente,
por tantas mentes oprimidas,
latido vincular latente.

Nada espera de bom grado
no teor de cada conversa
e o discurso degradado
se faz pela ordem inversa.

Na penúria contaminada
resvalam os impropérios,
sem ter valor ou fundamentos.

Seja a sorte desvendada
pelos intuitos mais sérios
de que padecem os jumentos.

EM - MARGEM DO SER - ANTÓNIO MR MARTINS - TEMAS ORIGINAIS

Sem comentários:

Enviar um comentário