Este blogue pretende ser uma montra de poemas e poetas de língua portuguesa.
NESTE MOMENTO O TOCA A ESCREVER É PATROCINADO POR ALGUMAS EDITORAS E AUTORES QUE OFERECEM LIVROS DE POESIA.

terça-feira, 24 de março de 2015

Da vigília aceso o farol* - ANTÓNIO GIL

Da vigília aceso o farol
a gávea do sonho erecta
haste de flor sem pétala
corola vizinha do sol

simultaneamente mastro
vela que se enfuna
e esfumada coluna
escrevendo no céu seu rasto

as palavras que formo
como fumo ou nuvem
evolam-se, evoluem
em seu fluido contorno

e a forma, submissa à luz
aprende, em tal movimento
que há que confiar ao vento
tudo o que o vento produz

EM - OBRA AO RUBRO - ANTÓNIO GIL - LUA DE MARFIM 

Sem comentários:

Enviar um comentário