Este blogue pretende ser uma montra de poemas e poetas de língua portuguesa.
NESTE MOMENTO O TOCA A ESCREVER É PATROCINADO POR ALGUMAS EDITORAS E AUTORES QUE OFERECEM LIVROS DE POESIA.

sexta-feira, 20 de fevereiro de 2015

Desejo - MARIA MAGUEIJO

Tenho a alma sofrida
De querer e não querer
Sinto fome do teu corpo
Da pele que me queima o corpo
De querer ser tua numa noite de magia
Quero-te em mim quero-me em ti
Sinto o teu murmuro silencioso
O teu respirar junto ao meu
O teu olhar no meu olhar
O meu corpo arqueado esperando por ti
Sente o meu calor
Que me queima as entranhas.
Desejo-te! Queres-me!
Gestos singelos viram loucos
Madrugada vai alta e nós nem sentimos
De repente somos um!
Sinto-te! Sentes-me!
Em uníssono respiramos ofegantes
Ainda do amor que se fez
Da magia da entrega.

EM - UNIVERSO DAS PALAVRAS - COLECTÂNEA - SINAPIS

Sem comentários:

Enviar um comentário