Este blogue pretende ser uma montra de poemas e poetas de língua portuguesa.
NESTE MOMENTO O TOCA A ESCREVER É PATROCINADO POR ALGUMAS EDITORAS E AUTORES QUE OFERECEM LIVROS DE POESIA.

sexta-feira, 16 de maio de 2014

Novo respirar - EMANUEL LOMELINO

O ar que inspiro em golfadas urgentes
queima-me os pulmões calcinados
pelas respirações da outra existência.
As velhas cicatrizes ainda não sararam
e as dores teimam em marcar presença.
Cerro os dentes na eterna esperança
que toda a fúria deste novo respirar
seja o reinício que a vida me prometeu.

EM - NOVO RESPIRAR - EMANUEL LOMELINO - LUA DE MARFIM

3 comentários:

  1. Um excelente pedaço de uma excelentíssima obra.

    ResponderEliminar
  2. A vida é sempre um recomeço. Como se morrêssemos e nascêssemos quantas vezes for preciso... Gostei muito do poema.
    Um beijo.

    ResponderEliminar
  3. Poeta
    Que seja então o reinício dessa vida!
    Beijinhos dos Alpes

    ResponderEliminar