Este blogue pretende ser uma montra de poemas e poetas de língua portuguesa.
NESTE MOMENTO O TOCA A ESCREVER É PATROCINADO POR ALGUMAS EDITORAS E AUTORES QUE OFERECEM LIVROS DE POESIA.

quinta-feira, 29 de maio de 2014

Canção infantil - EUGÉNIO DE ANDRADE

Era um amieiro.
Depois uma azenha.
E junto
um ribeiro.

Tudo tão parado.
Que devia fazer?
Meti tudo no bolso
para os não perder.

EM - PRIMEIROS POEMAS... - EUGÉNIO DE ANDRADE - ASSÍRIO & ALVIM

1 comentário:

  1. É sempre tão bom ler Eugénio de Andrade! Sentimo-nos mais inocentes...
    Um beijo, Poeta.

    ResponderEliminar