Este blogue pretende ser uma montra de poemas e poetas de língua portuguesa.
NESTE MOMENTO O TOCA A ESCREVER É PATROCINADO POR ALGUMAS EDITORAS E AUTORES QUE OFERECEM LIVROS DE POESIA.

quinta-feira, 25 de julho de 2013

União - JOÃO CARLOS ESTEVES

O mar calou-se perante o meu pranto
o vento deitou-se a meus pés
em silêncio

Acariciei as mãos de espuma salgada
que me beijam as lágrimas perdidas

Abracei o ar silencioso
que me embala na doçura da brisa

Fiz-me uno no sopro das águas
e adormeci
a tempestade sem dor

EM - GOTAS DE SILÊNCIO - JOÃO CARLOS ESTEVES - TEMAS ORIGINAIS

Sem comentários:

Enviar um comentário