Este blogue pretende ser uma montra de poemas e poetas de língua portuguesa.
NESTE MOMENTO O TOCA A ESCREVER É PATROCINADO POR ALGUMAS EDITORAS E AUTORES QUE OFERECEM LIVROS DE POESIA.

sexta-feira, 12 de julho de 2013

Manias - CESÁRIO VERDE

O mundo é velha cena ensanguentada,
coberta de remendos, picaresca;
a vida é chula farsa assobiada,
ou selvagem tragédia romanesca.

Eu sei um bom rapaz, - hoje uma ossada -,
que amava certa dama pedantesca,
perversíssima, esquálica e chagada,
mas cheia de jactância quixotesca.

Aos domingos a deia já rugosa,
concedia-lhe o braço, com preguiça,
e o dengue, em atitude receosa,

na sugestão canina mais submissa,
levava na tremente mão nervosa,
o livro com que a amante ia ouvir missa!

EM - OBRA COMPLETA - CESÁRIO VERDE - LIVROS HORIZONTE

1 comentário:

  1. Não sei a quem se destina nem sabia da existência deste poema deste autor. Conheço os mais publicitados. Não aprecio este, e dispensava-o no meu blog(vossa versão). Não tenho o meu blog. para ser encaminhado por outros a seu belo prazer. Eu não faço isso, comento directamente e gostaria igual comportamento da vossa parte como tenho tido alguns , de entre os vossos colaboradores do vosso site.
    Queria dizer-vos que não tenho a mania do virtual, pelo que não necessitam de me enviarem todos os dias textos,até porque não sou tida como seguidora deste site.

    ResponderEliminar