Este blogue pretende ser uma montra de poemas e poetas de língua portuguesa.
NESTE MOMENTO O TOCA A ESCREVER É PATROCINADO POR ALGUMAS EDITORAS E AUTORES QUE OFERECEM LIVROS DE POESIA.

sábado, 1 de junho de 2013

O homem do barrete preto - JOSÉ LUÍS MONTERO

O homem do barrete preto
Detém-se em pontes vidradas.
Recua e avança
Através das ramas do pinheiro verde.
Diz-se calmo, seguro, equilibrado
Em cima do falo adorado.
O homem do barrete preto
Canta monossílabos
Aos eucaliptos australianos.

EM - COMEÇOU A VIAGEM - JOSÉ LUÍS MONTERO - UNIVERSUS

Sem comentários:

Enviar um comentário