Este blogue pretende ser uma montra de poemas e poetas de língua portuguesa.
NESTE MOMENTO O TOCA A ESCREVER É PATROCINADO POR ALGUMAS EDITORAS E AUTORES QUE OFERECEM LIVROS DE POESIA.

quarta-feira, 27 de junho de 2012

Recolhimento - DOMINGOS MONTEIRO


Às estrelas ergui o olhar em prece,
Como um pastor que o seu rebanho pasce,
Já tão fora de si que, quando o erguesse,
Também aos céus a alma alevantasse.

- Sombra que à luz doirada se esvaece,
E à sua própria sombra outra voz nasce...
Ou sonho que em tua alma adormecesse,
E em tua boca aos beijos despertasse -

Ó noite, ó treva iluminada e ardente,
Alta flor que em alma se desfolhe,
Perfume - reza dum jardim aos céus...

Porque será que uma alma virgem sente,
Quanto mais em si mesma se recolhe,
A presença santíssima de Deus?

EM - POESIA - DOMINGOS MONTEIRO - INCM

1 comentário:

  1. Um Poema altamente místico,que me reflete tudo o que nunca fui capaz de ser e de exprimir.

    ResponderEliminar