Este blogue pretende ser uma montra de poemas e poetas de língua portuguesa.
NESTE MOMENTO O TOCA A ESCREVER É PATROCINADO POR ALGUMAS EDITORAS E AUTORES QUE OFERECEM LIVROS DE POESIA.

segunda-feira, 4 de julho de 2011

Tempo raso - EDGARDO XAVIER

Da boca ao peito
do ventre à aventura
é nos meus dedos que nasces
e no meu mar que navegas
à bolina do espanto

Em ti é que trago o tempo
varo a noite
bebo auroras
e sou
na agonia do nada
o tudo que me justifica

EM - CORPO DE ABRIGO - EDGARDO XAVIER - TEMAS ORIGINAIS

Sem comentários:

Enviar um comentário