Este blogue pretende ser uma montra de poemas e poetas de língua portuguesa.
NESTE MOMENTO O TOCA A ESCREVER É PATROCINADO POR ALGUMAS EDITORAS E AUTORES QUE OFERECEM LIVROS DE POESIA.

terça-feira, 14 de junho de 2011

Opostos - EDGARDO XAVIER

Amamo-nos como iguais
No desalinho das auroras
Na sorte uivada da posse apetecida
Boca
Corpo
Sexo
Vida
E esta vontade de ser
No teu sangue
Só o fogo que me queima.

EM - CORPO DE ABRIGO - EDGARDO XAVIER - TEMAS ORIGINAIS

Sem comentários:

Enviar um comentário