Este blogue pretende ser uma montra de poemas e poetas de língua portuguesa.
NESTE MOMENTO O TOCA A ESCREVER É PATROCINADO POR ALGUMAS EDITORAS E AUTORES QUE OFERECEM LIVROS DE POESIA.

segunda-feira, 23 de maio de 2011

Fruta de verão - NUNO JÚDICE

No pequeno campo, de laranjas maduras
caídas por terra, os que preferem os insectos
afastam as folhas, por entre as ervas,
e procuram o mais pequeno dos movimentos.

No entanto, é na matéria podre, por dentro
do fruto, que as lavras se agitam, num trabalho
incessante que não convém interromper,
sobretudo quando a tarde começa a cair.

E se ouvimos, à noite, um eco de gestos
no interior da memória, talvez possamos pensar
que a cabeça pousada no travesseiro se
confunde, por instantes, com a laranja caída.

EM - A MATÉRIA DO POEMA - NUNO JÚDICE - DOM QUIXOTE

Sem comentários:

Enviar um comentário