Este blogue pretende ser uma montra de poemas e poetas de língua portuguesa.
NESTE MOMENTO O TOCA A ESCREVER É PATROCINADO POR ALGUMAS EDITORAS E AUTORES QUE OFERECEM LIVROS DE POESIA.

sábado, 9 de abril de 2011

O fogo - CASIMIRO DE BRITO

Desço ao centro do fogo,
ao diamante dos rios, à tempestade
luminosa do orvalho.

Sorvo esta luta de gigantes
com os olhos queimados de água,
lavados de lava.

Desço ao centro do fogo e da água,
a campos de batalhas, às cores insaciáveis
que me dividem ao longo da viagem.

Na memória, nos escombros da terra
levanta-se o sol, o fulgor da manhã.

EM - JARDINS DE GUERRA - CASIMIRO DE BRITO - ASSÍRIO & ALVIM

Sem comentários:

Enviar um comentário