Este blogue pretende ser uma montra de poemas e poetas de língua portuguesa.
NESTE MOMENTO O TOCA A ESCREVER É PATROCINADO POR ALGUMAS EDITORAS E AUTORES QUE OFERECEM LIVROS DE POESIA.

sábado, 19 de fevereiro de 2011

Postal alentejano - JOSÉ ANTÓNIO ALMEIDA

A planura pode ser a montanha
da grande solidão de ervas amargas
- figo doce, castanha, vinho novo.

Anta, cromeleque, fogo de freira
sem cavaleiro, brasa prisioneira
ardendo sem se ver nem deitar fumo.

Infância, adolescência - e velhice:
o que depois e antes mesmo já
tresanda pela boca da macaca.

EM - OBSESSÃO - JOSÉ ANTÓNIO ALMEIDA - &ETC

Sem comentários:

Enviar um comentário