Este blogue pretende ser uma montra de poemas e poetas de língua portuguesa.
NESTE MOMENTO O TOCA A ESCREVER É PATROCINADO POR ALGUMAS EDITORAS E AUTORES QUE OFERECEM LIVROS DE POESIA.

quarta-feira, 30 de junho de 2010

Chuva inglesa - NUNO JÚDICE


Quando vou a Inglaterra, não sei
o que fazer quando chove gatos e cães. Se
os apanho com o guarda-chuva, os gatos
assanham-se contra os cães, e os cães
mordem os gatos; se não o abro,
caem-me gatos na cabeça e cães ao colo,
e não os posso atirar ao chão
para não ficar arranhado nem
mordido.

Em Inglaterra, quando chove, preciso
de andar com casotas para os cães e com
cestos para os gatos. Mas se não chove, e
me virem na rua com as casotas e os cestos,
olham para mim como se eu não soubesse
ler o boletim meteorológico, onde
anunciavam que não ia chover gatos
nem cães, e só as bruxas se iriam
pentear.

Se o soubesse, teria levado vassouras
para dar às bruxas, e se as bruxas não se
penteassem poderia usá-las para varrer
da cabeça todos os gatos e cães
que chovessem, para me livrar
das casotas e dos cestos.

in... Guia de conceitos básicos - NUNO JÚDICE - Dom Quixote

Site da editora aqui

1 comentário: