Este blogue pretende ser uma montra de poemas e poetas de língua portuguesa.
NESTE MOMENTO O TOCA A ESCREVER É PATROCINADO POR ALGUMAS EDITORAS E AUTORES QUE OFERECEM LIVROS DE POESIA.

sábado, 11 de agosto de 2018

Verbos do tempo - ANA COELHO

LIVRO GENTILMENTE OFERECIDO POR IN-FINITA
Saibam mais do projecto conexões neste link
Conheçam a IN-FINITA neste link
Procurei nos teus olhos
o brilho que se esboçava no sorriso...

Distraí o pensamento
porque escutava no meu ouvido
os murmúrios da alma
que afinal era a minha...

Dentro desses olhos
tudo o que vi perante mim
foi aquilo que quis achar
sem achas a queimar...

Eram o sol
do meu espelho a referenciar...

Ah! Mas o aliado tempo
rasgou com ventos
as brumas de neblina
colocou o olhar acima dos sorrisos...

Agora, contemplo os verbos do tempo
com os olhos no alto dos lábios
onde tudo está anotado
sem que seja preciso pensar
porque as imagens dançam
cantam fados com xailes negros
nos ombros onde o peso
recolheu o medo no voo dos enganos!

EM - CONEXÕES ATLÂNTICAS II - ANTOLOGIA - IN-FINITA

1 comentário:

  1. Por fim , não obteve a sensação ou melhor o sentimento que buscava ao olhar nos olhos da amada, ou pretensa amada.

    ResponderEliminar