Este blogue pretende ser uma montra de poemas e poetas de língua portuguesa.
NESTE MOMENTO O TOCA A ESCREVER É PATROCINADO POR ALGUMAS EDITORAS E AUTORES QUE OFERECEM LIVROS DE POESIA.

domingo, 12 de agosto de 2018

Ser poeta... - CELSO CORDEIRO

Gostaria de ser poeta,
mas um poeta de fantasia
espalhando amor e alegria,
nem que tudo fosse treta
e me assumisse enganador
pois "o poeta é um fingidor",
assim o disse "O Poeta"!

Gostaria de ser poeta,
mas o poeta que seduz,
que traz mensagem de luz
na ponta de uma caneta,
que nos faz crer na paixão
e enche a alma de ilusão,
sem fazer do verso baioneta.

Gostaria de ser poeta,
mas de versejar ser capaz
sem linguagem mordaz,
de falas mansas o profeta,
ou o trovador de ocasião
sem que tivesse opinião,
ser de versos mero esteta.

E não seria jamais poesia...
apenas palavras em melodia
talvez escritas com a alma vazia!
Poeta, não sei se seria...

EM - TOCA A ESCREVER - ANTOLOGIA - IN-FINITA

2 comentários: