Este blogue pretende ser uma montra de poemas e poetas de língua portuguesa.
NESTE MOMENTO O TOCA A ESCREVER É PATROCINADO POR ALGUMAS EDITORAS E AUTORES QUE OFERECEM LIVROS DE POESIA.

sexta-feira, 19 de julho de 2013

XLIII - DANIEL AFONSO


disseste que era o findar do dia

é o acordar da noite
como o dia
dorme enquanto a luz incendeia a terra
luz vertical
deslizante
ao fogo crepuscular
vives onde a noite acorda

mar imenso

largo e espumoso
vagueias pelo final da tarde
despedes-te da luz
recebes a noite que acorda do seu silêncio
a noite é uma infinidade de estrelas
astros pendurados nas órbitas celestes

a noite acorda
nascerá o dia pleno

EM - DIAS DE SETEMBRO - DANIEL AFONSO - UNIVERSUS

1 comentário: