Este blogue pretende ser uma montra de poemas e poetas de língua portuguesa.
NESTE MOMENTO O TOCA A ESCREVER É PATROCINADO POR ALGUMAS EDITORAS E AUTORES QUE OFERECEM LIVROS DE POESIA.

terça-feira, 9 de julho de 2013

Estatística - ANTÓNIO GEDEÃO

Quando eu nasci havia em Portugal
(em Portugal continental
e nas ridentes,
verdes e calmas
ilhas adjacentes)
uns seis milhões e umas tantas mil almas.
Assim se lia
no meu livrinho de Corografia
de António Eusébio de Morais Soajos.
Hoje, graças aos progressos da Higiene e da Pedagogia,
já somos quase dez milhões de gajos.

EM - OBRA COMPLETA - ANTÓNIO GEDEÃO - RELÓGIO D'ÁGUA

1 comentário:

  1. O comentário a este texto será dada no meu blog. mais tarde.
    Aqui reafirmo o lugar deste POETA,NA MINHA APRECIAÇÃO, UM LUGAR DE ELEVAÇÃO QUASE ÚNICA, DE ENTRE OS MEUS POETAS , DO SÉC. xx. Tenho PENA DE NÃO TER PRIVADO COM ELE COMO ACONTECEU COM Eugénio de Andrade.
    Terá tido as suas razões para a sua argumentação nestes termos. Grata.

    ResponderEliminar