Este blogue pretende ser uma montra de poemas e poetas de língua portuguesa.
NESTE MOMENTO O TOCA A ESCREVER É PATROCINADO POR ALGUMAS EDITORAS E AUTORES QUE OFERECEM LIVROS DE POESIA.

sexta-feira, 5 de julho de 2013

Da incerta luz - JOÃO RUI DE SOUSA

Na margem dita do escuro
na sombra dita da erva
no esconso dito de um muro
um foco aponta e conserva
a destreza que desregra
os canteiros do absurdo
- a propensão de quem quebra
a cerração que nos cega
quando o quebranto é mais fundo.

EM - LAVRA E POUSIO - JOÃO RUI DE SOUSA - DOM QUIXOTE

Sem comentários:

Enviar um comentário