Este blogue pretende ser uma montra de poemas e poetas de língua portuguesa.
NESTE MOMENTO O TOCA A ESCREVER É PATROCINADO POR ALGUMAS EDITORAS E AUTORES QUE OFERECEM LIVROS DE POESIA.

segunda-feira, 15 de agosto de 2011

Náutica - JOÃO RUI DE SOUSA

De escafandrar o renome
à bolina do solstício
de perder achar o nome
no mastreame do vício
que nos lodos se emaranha
(ou nos rochedos erguidos
acima da cabeleira
dos oceanos pacíficos)
é que descubro os caprichos
duma ilha muito estranha
onde aportar é enigma
onde ancorar é azenha
onde acordar é arriba
de subida tão tamanha
onde partir é o remo
com que navega uma aranha
onde beijar é um rubro
festim de lume e de lenha.

EM - LAVRA E POUSIO - JOÃO RUI DE SOUSA - DOM QUIXOTE

Sem comentários:

Enviar um comentário